14 dezembro 2006

4 andamentos escritos a vermelho:

i) 'um dos capítulos'

ainda te falta
dizer isto: que nem tudo
o que veio
chegou por acaso. que há
flores que de ti
dependem, que foste
tu que deixaste
algumas lâmpadas
acesas. que há
na brancura
do papel alguns
sinais de tinta
indecifráveis. e
que esse
é apenas
um dos capítulos do livro
em que tudo
se lê e nada
está escrito.

ii) 'pequenas coisas'

falar do trigo e não dizer
o joio. percorrer
em voo raso os campos
sem pousar
os pés no chão. abrir
um fruto e sentir
no ar o cheiro
a alfazema. pequenas coisas,
dirás, que nada
significam perante
esta outra, maior: dizer
o indizível. ou esta:
entrar sem bússola
na floresta e não perder
o rumo. ou essa outra, maior
que todas e cujo
nome por precaução
omites. que é preciso,
às vezes,
não acordar o silêncio.

iii) 'paleta'

tens uma paleta
a que faltam
algumas cores. talvez
porque há substâncias
a que não soubeste
dar expressão. ou porque elas
são incolores. ou porque
em toda a realidade
há fendas
que nem pela palavra
nem pela cor
alguma vez
saberás preencher.

iv) 'cedo ou tarde'

devias saber
que é sempre tarde
que se nasce, que é
sempre cedo
que se morre. e devias
saber também
que a nenhuma árvore
é lícito escolher
o ramo onde as aves
fazem ninho e as flores
procriam.

albano martins, in 'escrito a vermelho'

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

"a máxima escrita em letras de sangue, não pretende ser lida, mas aprendida de cor!"
F. Nietsche

dad

domingo, dezembro 17, 2006 12:06:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Poeria Proust ter dito o mesmo?

dad

domingo, dezembro 17, 2006 12:07:00 da tarde  
Blogger Gi said...

you tell me.
:-(

domingo, dezembro 17, 2006 4:50:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"(...)a nenhuma árvore
é lícito escolher
o ramo onde as aves
fazem ninho e as flores
procriam."

Sim, Proust diria o mesmo, o que é escrito a letras de sangue, é, naturalmente aprendido de cor!

Diria ainda, se está a ser escrito, na tua vida, um capítulo a letras de sangue: "aprecia cada momento!"

estou correcto?

dad

domingo, dezembro 17, 2006 10:28:00 da tarde  
Blogger Gi said...

i guess you are;
i hope you are.

segunda-feira, dezembro 18, 2006 12:42:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home