18 janeiro 2007

poeminha

chorar de alegria,
chorar de emoção.
chorar porque sim,
chorar porque não.
chorar sózinho,
chorar no ombro amigo.
chorar no vão de escada,
chorar em plena parada.
chorar pelo novo dia.
chorar pelo dia não.
chorar é forma de vida?
talvez sim, talvez não..
chorar visto de perto
é tão-só ter no lugar certo
um vivo e certeiro
coração.

1 Comments:

Blogger ana said...

nem de propósito ontem chorei muito. emoção (porque sim!), sózinha (porque não?), na sala de cinema, no carro e em casa. Le temps qui reste foi o merecedor de tanta água genuína e sentida.
se é certeiro ou não o coração, não sei. mas que transbordou, lá isso não há dúvida!

quinta-feira, janeiro 18, 2007 12:19:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home