29 outubro 2007

hoje apetece-me despir-me de mim.
tirar a pele, como aquela rapariga iraniana retratada num banho público de teerão, através da video arte de uma senhora que marca a contemporaneidade.
deixar-me para trás, juntamente com a pele.

vestir uma t-shirt branca-como-só-o-branco-pode-ser. com letras negras nela inscritas, em itálico, dizendo apenas:

forget me not

a culpa é da inês. a inês e a sua arca do tesouro.
a inês devia ser presa.
é que uma pessoa ouve estas coisas..

'e estala-se-lhe o coração de dor' (helder moura pereira).


orchestral manoeuvres in the dark, 'souvenir'

5 Comments:

Blogger Nuno Guronsan said...

Penso que o melhor será só ligares o rádio depois das dez horas, para não correres mais "riscos" sobre o coração....

Estou a ser irónico, é claro. Até porque a música em questão também me deixa a muitos quilómetros de distância de onde estou neste momento...

Abraço e "até amanhã, às 23".

segunda-feira, outubro 29, 2007 4:17:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

nuno:
sim, o melhor é deixar passar 'a hora da loba' ;-)..
é daquelas músicas das quais se pode dizer 'é sempre a primeira vez'..
tentarei estar à altura da imensa e intensa ultra-minoria que não tem medo do inverno.
abraço,

gi.

segunda-feira, outubro 29, 2007 5:15:00 da tarde  
Blogger menina limão said...

ena, banda do baú. :)

(parabéns pelo aniversário e pela rádio!)

segunda-feira, outubro 29, 2007 5:30:00 da tarde  
Blogger Vertigo said...

Esta música é igual a um estado profundo,de levitação ;)

Grande Souvenir,gi!!

Beijo

segunda-feira, outubro 29, 2007 6:18:00 da tarde  
Blogger Abssinto said...

Uma música muito especial. voltei a ouvir.

terça-feira, outubro 30, 2007 3:28:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home